terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Apresentando bandas: Mortuo (Black Metal)


Apenas teclados com alguns efeitos ou cordas acústicas, temas sombrios, obscuros, de natureza indefinida, assim começou o projeto MORTUO em meados de 2004. Inicialmente esse projeto chamava-se EVILUSIONS, onde apenas algumas demos foram gravadas de forma independente, sem muita divulgação, tendo uma pausa no ano seguinte, em 2005.

No final de 2013 o projeto voltou, como MORTUO. Com o aproveitamento de antigos riffs e letras, adaptadas a muitas influências do Black e Heavy Metal, Vox deu início a gravação do 1º CD oficial “OLD MEMORIES OF THE PAST”, com muito mais peso e vocais agressivos. Uma prévia da música ROAD OF EVIL foi gravada e lançada na coletânea virtual “FACES OF HATE 5” no início de 2014 pela Tornhate Records.

“OLD MEMORIES OF THE PAST” foi lançado em maio de 2015 com o apoio de vários selos da cena underground e abriu as portas para a banda, que apesar de ser um “one man band” tem ganhando um grande respeito no cenário do metal extremo brasileiro.


FORMAÇÃO:

Vox Morbidus - Todos os instrumentos e vocais.

LINKS RELACIONADOS:

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Apresentando bandas:HellDog (Thrashcore)


O HellDog iniciou suas atividades em Palmeira das Missões/RS no ano de 2010. Calcado no Crossover e no Thrashcore, o grupo é formado por Marlon Silva (vocal), Mauricio Taube (guitarra), Tiago Batista (bateria) e Julio Pimentel (Baixo).

 Com seu foco inicial voltado para covers de bandas que os influenciaram, o HellDog lançou seu primeiro trabalho autoral em 2015, o single intitulado “Escravos da Fé”, colocando a banda em evidência pela primeira vez no cenário nacional.

 No ano seguinte, o grupo dedicou-se na produção daquele que viria a ser EP de estreia. “Caos Urbano” foi lançado oficialmente no início de 2017, com temas voltados para problemas sociais, protestos políticos e religiosos, o trabalho conta com 5 músicas cantadas em português, onde duas delas serão apresentadas em breve como videoclipe e outras duas, “Escravos da Fé” e “Abra Seus Olhos” já lançadas no formato audiovisual. O segundo trabalho do HellDog já se encontra em fase de finalização, trata-se de um split CD ao lado da banda For The Damned da Finlândia, nomeado ” Sangre de Vida”.

 O grupo segue trabalhando em seu debut álbum com previsão de lançamento para 2018, sempre mantendo a chama Hardcore acesa, sem se esquecer jamais dos primórdios.

Videoclipes/Webclipes já lançados:

Escravos da Fé:

Abra Seus Olhos: 


FORMAÇÃO:
Marlon Silva: vocal 
Mauricio Taube: guitarra
Tiago Batista: bateria
Julio Pimentel: baixo

LINKS RELACIONADOS:

Peltstrok: fechando o ano com chave de ouro


Peltstrok surgiu na cidade litorânea catarinense de Garopaba. Ainda em seus primórdios como um quarteto instrumental, a banda almejava ser apenas uma banda para reunir amigos e fazer um som, mas com a entrada do vocalista Igor Yama, o trabalho ficou ainda mais sério, tomando proporções maiores.

O ano de 2017 foi de grande conquistas para a banda. Acumulando no primeiro disco lançado, live session's e para finalizar com chave de ouro, o grupo ficou em 17º de um total de 25 bandas, do programa Onda Nervosa da Rádio Ondas FM de Cabo Frio/RJ, apresentado e administrado pelo excelente radialista Leandro França.

Peltstrok chegou na Onda Nervosa através da compilação do segundo volume das coletâneas O SubSolo, abraçou a oportunidade e foi selecionada em vários top5 do programa. A lista das 25 bandas mais ouvidas no programa podem ser conferidas no seguinte link:

Para 2018 a banda almeja alcançar ainda voos maiores, merchandising é uma das principais ideias, assim como o primeiro videoclipe oficial e quem sabe um EP com faixas inéditas. O disco físico de "O Que o Mundo Precisa Ouvir" está disponível para venda nas redes sociais oficiais da banda garopabense.

ASSISTA A LIVE SESSION DE "LUGAR PERFEITO" 

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Aske: Ouça agora o novo EP “Broken Vow”


O ano de 2017, para os paulistas do ASKE, não poderia terminar de maneira mais positiva! Já está disponível nos principais serviços de streaming, o novo trabalho do grupo.
Trata-se do EP “Broken Vow”, que foi lançado via Sangue Frio Records nas principais plataformas digitais, confira:
Spotify: https://open.spotify.com/album/41F34PQA1m4EwJQ6ksD5Uj
Deezer: http://www.deezer.com/br/album/51759342
iTunes/Apple Music: https://itunes.apple.com/br/album/broken-vow-ep/1313192829
Napster: http://us.napster.com/artist/aske/album/broken-vow
Anghami: https://play.anghami.com/album/3484026
Bandcamp: https://askeoficial.bandcamp.com/
Groove: http://bit.ly/AskeBrokenVowGroove
Google Play Music: http://bit.ly/AskeBrokenVowGooglePlay
Amazon: http://a.co/1oyldBx

Gravado, mixado e masterizado por Eugenio Stefane no 1979 Estúdio, São Carlos/SP, “Broken Vow” já ganhou seu primeiro destaque na imprensa especializada, com uma nota altíssima (9,1) o site Metal Samsara obteve o EP com exclusividade e rasgou elogios ao trabalho:
Ouvir Broken Vow é um prazer, pois como já dito acima, o ASKE não tem compromisso com fórmulas musicais, faz o que lhes dá na telha, e que se dane o resto. Os arranjos da banda são de primeira, com muito esmero, a dinâmica entre os instrumentos e vocais é excelente. É daquelas bandas que se ouve e se pergunta logo por que diabos não os conheci antes?, e não é exagero: eles estão no ponto para serem uma referência para muitos.
Leia a resenha completa: https://metalsamsara2.blogspot.com.br/2017/12/aske-broken-vow.html
Imprensa interessada em obter este material para resenhas basta solicita-lo escrevendo para contato@sanguefrioproducoes.com.
Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/askeoficial/
https://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/Aske/27
Fonte: Sangue Frio Produções

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Resenha:Ready To Fuck - In The Altars Of Fornications (2012)


Fundada em 2004 pelo Lazaro Dahmer e Marcos Barbatos a banda de São Gonçalo Ready To Fuck é uma banda de Metal Extremo,seu primeiro trabalho foi a demo tape "Inicio do chaos"(2005),"The Obscure Side Of Sexism (2007)" e "In The Altars Of Fornications" em 2012 .

Com uma bateria programada,a banda traz nesse Demo muito ódio e agressividade,que fica evidente nas faixas "One kiss in satans as" e "Noites em sodoma ". A guitarra em  uma ou duas faixas fica um pouco apagada,coisa que na minha opinião foi causado pela bateria,que ficou metralhando e as vezes não dava pra ouvir o riff.O baixo estava uma beleza ! alto,pulsando fervorosamente e uma linha bem decente,A bateria eletrônica estava irregular se mantem acima dos outros instrumentos da banda,o vocal é sensacional,ficava alternando entre rasgado e gutural ,tal elemento deixou as musicas bem melhores.

As quatro faixas são excelentes,cada uma tem uma diferença em questão de ritmo e prioridades e esse fator ajudou a não ser algo chato de se ouvir. e estou torcendo para um próximo material da banda que lapide os elementos de sua musicas e que possa ajuda-los a ganhar mais notoriedade na cena.

Se você gosta de sujeira,agressividade,putaria e não tem nenhum amor pela vida, essa é uma banda ideal para você começar a ouvir !

Faixa a faixa :

A primeira faixa "One kiss in satans ass" alem do nome pertubador dessa faixa, a coisa é totalmente pesada,um trabalho bacana da bateria que não para um minuto,um baixo que mesmo com a bateria se impondo na musica;conseguiu seu lugar e a guitarra poderia ser um pouco mais protagonista.A segunda faixa "Intense sadism" logo no começo da faixa o baixo e a guitarra trabalham juntos,era disso que eu estava falando,quando a bateria e o vocal então de um forma animal,porem a guitarra continua com o seu protagonismo,coisa que nao aconteceu na primeira faixa, em geral a faixa é muito boa.
A terceira faixa "Noites em sodoma" Uma faixa mais direta,sem muito instrumental trabalhado,mas com aquela clássica violência que amamos,baixo forte,guitarra excelente,vocal rasgado e gutural e uma bateria interessante ,não com aquela precisa da primeira faixa,mas ótima. essa faixa é um prato cheio !
A quarta e ultima faixa do material é "Morbid Pleasures" Opa, mas uma faixa que a bateria domina,porem o baixo nao fica atras,somente a guitarra que se apaga um pouco .
Destaque: Noite em Sodoma


Mais detalhes do material:


Formação da Demo:
Nihil - vocal
Barbatos - Baixo e guitarra
Charlie Hass - Guitarra

faixas:
1- One kiss in satans ass
2- Intense sadism
3- Noites em sodona
4- Morbid Pleasures


Nota:4,0/05




domingo, 17 de dezembro de 2017

Novo vídeo clipe da banda Avalanche


A banda santa-cruzense Avalanche Hard Rock divulgou na última semana seu novo clipe. O vídeo foi produzido para a música 'Simplesmente pode ser você', single da banda formada por Douglas 'Top Gun' Martins (vocal), Iven Franco (guitarra), Jorge Assmann (baixo) e Diego Werner (bateria).

A letra da canção foi originalmente composta por Kako Rachewsky, Jaque Betat e Lilico Soares. "Eles nunca chegaram a gravar ou lançar o som, o Kako eu já conheço a muitos anos, eles é guitarrista do banda Os Garbonas. Um dia trocando uma ideia com ele, ele me comentou então a respeito desta letra", conta Douglas Martins. Com a Avalanche, 'Simplesmente pode ser você' ganhou a cara da banda com distorção e solos de guitarra que lembra as influências pesadas do quarteto. Mais tarde, a faixa finalizada foi gravada no Estúdio Fruto Sonoro, de Frédéric Helfer. 

O clipe foi produzido e dirigido por Bruno Cabral Gassen e Danilo Holderbaun, para uma disciplina do Curso de Produção em Mídia Audiovisual da Unisc. O roteiro de Douglas teve influência de filmes trash e lado B. Além de cenas que mostram encontros amorosos de vários tipos, a banda aparece um desmanche de carros. Todos os atores que participaram das gravações são da região.




sábado, 16 de dezembro de 2017

Confira o novo vídeo clipe da banda alemã Megaherz "Vorhang Auf".


A banda alemã de Neue Deutsche Härte(derivado do Metal Industrial que mistura estilos do Hard rock e Heavy metal),MEGAHERZ, Divulgou através do canal do youtube de sua gravadora "Napalm Records" o vídeo clipe da musica "Vorhang Auf" de seu novo álbum "Komet" que contem 11 faixas que será lançado em 23 de fevereiro de 2018.

"Komet"é uma música sobre nossa vida, o palco, a energia que compartilhamos com o público. A dor, a intoxicação, a força. Uma sensação incrível que faz com que tudo se esqueça. Uma dança que começamos todas as noites junto com o público e espero que nunca pare! " diz MEGAHERZ sobre o novo vídeo.

Ficha técnica do vídeo:
Ballelina: Lauren Burton
Video Ink Ltd // http://www.videoink.co.uk // 2017
Director: Adam D Barker
DP: Oliver D Price
1st AD: Matthew Boone
PM: Rupert Pearson
Camera: Joshua Dorfman
Stills: Christian Dyson
MUA: Samantha T Agnew
MUA Assistant: Grace Gray


Faixas do álbum:
1. Vorhang auf
2. Komet
3. Scherben bringen Glück
4. Horrorclown
5. Von Oben
6. Tiefenrausch
7. Schwarz oder Weiß
8. Heldengrab
9. Nicht in meinem Namen
10. Trau Dich
11. Nicht genug

Membros:
Christian 'X-ti' Bystron - Guitarra
Jürgen 'Bam Bam" Wiehler - Bateria
Wenz Weninger - Baixo
Alexander "Lex" Wohnhaas - Vocais
Roland Vencelj - Guitarra

vídeo clipe:
https://www.youtube.com/watch?v=dTjm_epL69U

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

RESENHA: ROCKING RIDERS - LIVE DEMO 2017.

A banda Rocking Riders, dois anos depois de seu primeiro álbum "Rock In The Night", gravou seu novo material no formato "Demo Live" em setembro de 2017 no Estúdio To Mega Therion, que consiste em captar a banda ao vivo preservando o feeling natural da música e proporcionando um ótimo custo beneficio, ideal para quem quer gastar pouco e ter bons resultados.

Rocking Riders é uma banda de Heavy Rock formada em 2010 em Contagem MG, por Luciano Roberto (Guitarra & Vocal), Vinícius Santos (Guitarra), Michael Euler (Baixo) e Júlio César (Bateria).

O quarteto apresenta um som pesado e direto, influenciado por bandas clássicas do Rock e do Metal. As letras abordam temas como guerras, fatos históricos, problemas políticos e/ou de ordem social, ganância e a maldade humanas e, é claro, tópicos falando de Rock 'n Roll. Dessa forma, devido à diversificação musical e à variedade das letras, os quatro músicos têm decidido tocar pesado e alto suas próprias canções que são oriundas do verdadeiro e consistente Rock ‘n Roll.




Na mesma pegada do material anterior "Rock In The Night", vamos citar aqui a musica "Viper" do álbum em questão. A música Lex Talionis tem a mesma estrutura, o mesmo ritmo, além de se parecer muito com a faixa citada anteriormente, o que não é um erro da banda, pois é a sua marca, é o seu estilo!

Claro que também há elementos novos em sua música, por exemplo, a segunda faixa da Demo "Void In Life - Thy Mistake" é diferente, é mais calma. Não se arrisca muito pelo menos não no começo, porém em seus solos se mostra um Feeling monstro. Essa faixa é as vezes lenta, e dá pra sentir um pouco de Black Sabbath em suas estrutura, principalmente nas levadas dos riffs.




Faixas:
1-Lex Talionis
2-Void In Life

No caso de uma Demo,classificarei daqui em diante com as notas de 01 a 05.

Nota:04/05




Citada no texto:



quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Heavy Metal Online: Comunicação visual, você está fazendo a coisa certa?



Mais um tiro certeiro de Clinger Carlos Teixeira e o Heavy Metal Online! Nesta edição, de número #78, o apresentador abordou mais um assunto de extrema importância para artistas e promotores de eventos de Metal no Brasil: A comunicação visual.

Fazendo um paralelo entre a marca da sua empresa e seus serviços prestados com a imagem das bandas (logotipos e capas) e de produtores (cartazes de shows e turnês), Clinger mostrou pontos positivos, negativos e algumas falhas rotineiras na hora de trabalhar neste setor, veja:

Nesta edição, também é possível conferir um bate papo com o guitarrista brasileiro Guilherme Miranda, que atualmente faz parte do grupo sueco Entombed A.D., onde o músico comenta um pouco sobre a cena underground internacional, fazendo uma comparação super interessante com a do Brasil. Outras bandas entrevistadas pelo programa é Witchhammer e Viper, onde ambas falam um pouco dos seus momentos atuais e projetos futuros. Além dos famosos blocos 3x3 e 3x1, onde o HEAVY METAL ONLINE apresenta de maneira dinâmica inúmeros artistas espalhados pelo país.

Para conferir os programas anteriores: https://www.youtube.com/user/heavymetalonline/videos
Contato: contato@heavymetalonline.com.br
Sites relacionados:
https://www.sanguefrioproducoes.com/
http://heavymetalonline.com.br/
https://www.facebook.com/heavymetalonline.brFonte: Sangue Frio Produções

sábado, 2 de dezembro de 2017

Resenha:Necromancer - Forbidden Art (2014)


O Necromancer foi formado no final de 1986, quando dois irmãos (Luiz Fernando e Luiz Cláudio) juntaram-se a amigos comuns e colegas de colégio. A formação original era: Marcelo Coutinho (vocais), Robert Haulfon (guitarra), Luiz Fernando (guitarra), Alex Rocha (baixo) e Luiz Cláudio (bateria). A ideia inicial do grupo era trabalhar dentro dos gêneros Heavy/Thrash Metal, com influências de grupos como: Slayer, Kreator e Destruction.

Com aquela clássica junção de Death com Thrash,a banda Necromencer que contem apenas um álbum em sua discografia o "FORBIDDEN ART" de 2014, álbum que resenho nesse artigo !

O material da banda não deixa nada a desejar ! faixas cadenciadas (até demais),Riffs consistentes e as vezes sujo, solos técnicos que em media são dois por musica,Vocal agressivo,porem efetivo;baixo aparecendo algumas vezes,mas sem algo marcante.

Os pontos negativos do material: faixas quase idênticas(muda uma coisa ou outra) não precisar ter uma mudança radical em cada musica ,mas é bom ter coisas diferentes(elementos) dentro de um álbum.as vezes fique um pouco desligado,um ou duas vezes por causa do primeiro fator citado.uma pegada mais vibrante do baixo pode chacoalhar as coisas para um lado mais eufórico por parte do publico.em Geral a banda realmente me deixou contente !

O material tem dois tipos de estrutura. da primeira até a sexta as faixas se interligam(instrumental arrastado,cadenciado) e depois entre as faixas 07 e 09 o som ficou mais"DIRETO" ,mais agressivo e mais dinâmico .essa mudança de tom achei algo que surpreendente e bom para o som da banda,mostrar dois lados da mesma moeda abre portas e no caso de um primeiro álbum e bom porque não deixa fixo que a banda seguirá aquela vertente/estilo.

Parabéns para os membros da banda ! 

A arte gráfica é LINDA,esse rosto com esses galhos...! o encarte é simples,porém informativa com as letras e fotos dos membros da banda.

Destacadas deixo as faixas "Middle Ages" e "The Rival".



FAIXA A FAIXA:
Logo em sua primeira faixa que é uma introdução, a banda já mostra aquilo que veremos no álbum !

Faixa dois:"Necromancer" faixa com um pouco de cadencia,bateria e guitarra em um trabalho simples ,porem com muita competência ! e uma guitarra que demostra um ótimo solo.
Faixa três:"Deadly Symbiosis" faixa que começa com quebradas leves,guitarra puxando sua atenção para o seu solo e seu riff que contém muita cadencia.
Faixa quatro: "Dark Church" Riff parecido com os anteriores ,porem com uma pegada diferente por parte da bateria,solo rápido e dinâmico com leves subidas e caídas de escalas, alem de dois solos também temos nessa faixa um mini solo de baixo,que é o ponto alto da faixa em questão !
Faixa cinco: "Havocs and Destruction" realmente tenho uma “queda“ por introduções desse tipo que depois de uma guitarra limpa, vem a bateria e começa a festa com aquela mesma maldade na guitarra , até em tão o melhor riff do material.depois o vocal e a bateria dominam a musica .
Faixa seis: "Middle Ages" que isso em ! riff super inteligente e ainda marcante ! a junção desse riff com o vocal ficou algo realmente aterrorizante e mini solos que lembram um Doom Metal do Saint Vitus,não só o riff ,mas também o esqueleto desta faixa,porem com uma guitarra mais rápida. um ultimo adendo a essa musica, o riff aos 3:50 é algo sensacional!
Faixa sete: "Plundered Society" essa é a faixa mais direta e "Rápida" até então no álbum,técnico,sujo e com o vocal se colocando a frente dos demais elementos.
Faixa oito: "The Rival" segunda faixa mais pequena em questão de duração do material.Rápida,agressiva e bem suja também ,parece que em seu final de material a banda optou por algo mais "DIRETO"!
Faixa nove: "Desert moonlight" opa um riff magnifico,com a bateria metralhando kkk momento único meus amigos. Rápida com vocais emocionantes que te colocam quebro da faixa.



A formação atual da banda é: 
Marcelo Coutinho-Vocal
Luiz Fernando-Guitarra
Alex Kaffer-Guitarra
Gustavo Fernandez -Baixo
Vinicius Cavalcanti- Bateria

Musicas:
1 - Necromantia (Intro)
2 - Necromancer  
3 - Deadly Symbiosis 
4 - Dark Church
5 - Havocs and Destruction
6 - Middle Ages  
7 - Plundered Society
8 - The Rival 
9 - Desert Moonlight

Nota:8,0

Adquira o álbum:

Redes Sociais:

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Resenha : Dying Suffocation - In The Darkness Of The Lost Fores


“In The Darkness Of The Lost Forest” é o primeiro álbum complete da banda DYING SUFFOCATION, e os caras acertaram a mão nele, principalmente por conta do seu Doom Metal, que em momentos flerta com o Death, ser bem engajado no que o estilo prega como estética.

A afinação é bem baixa, deixando tudo muito grave, contribuindo assim para um peso absurdo em todas as composições que fazem parte desta bolachinha. Distribuído pelo pessoal da MS e, estranhamente não lançado por eles, o trabalho é bem embasado e a sua temática narrativa é a segunda parte de uma história, que será finalizada com o lançamento do seu próximo EP.

A sonoridade é bem coesa, reflexo também de uma excelente pós-produção. Trabalhos com tons tão baixos são extremamente difíceis de se masterizar, mas aqui, felizmente, tudo soa no seu devido lugar e sem qualquer tipo de confusão sonora. Deste modo, pode ouvir as ótimas “The Angels” e “When I Die” sem medo, pois o DYING SUFFOCATION vai conseguir te transportar rapidinho para o mundo sombrio da música extrema.

Mais um grande trabalho que chega à luz do dia, de uma banda que merece muito reconhecimento por parte da nossa cena. Agora fazendo parte do catálogo de uma major, imagino que os próximos trabalhos terão ainda mais amplitude em termos de suporte.

Nota: 09.0/10.0

Por Ruan Nakamura

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Resenha: The Undead Manz - The Rise Of The Undead



Partindo de uma proposta mais moderna, a banda THE UNDEAD MANZ, chega ao mercado com seu primeiro álbum, intitulado “The Rise Of The Undead”, tentando revigorar no país um nicho que não é tão bem aceito. Mas será que conseguiram tal feito? É o que vamos descobrir…

Estes caras podem até não mudar o foco do público para o estilo que abraçaram, mas pelo menos eles estão fazendo a parte que lhes cabe. Tendo como referências bandas como Deathstars, Godsmask e Sevendust, estes brasileiros ligam o “foda-se” para as tendências e se desventuram por terrenos tortuosos, sempre com muita personalidade. As composições apresentadas neste disco não soam complexas, aliás, é na simplicidade que o quarteto me ganhou. Ouvir músicas como “OBM” e “Fearless” é tarefa fácil e por demais prazerosa, mesmo que eu não tenha tanto contato com este estilo.

Contando com um visual condizente com sua proposta musical e, agora, tendo uma gravadora major por trás, o THE UNDEAD MANZ tende a crescer cada vez mais, principalmente no exterior, onde, certamente, conseguirão respeitabilidade de forma mais rápida.

Nota: 09.0/10.0

Por :Ruan Nakamura

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Pandemmy: Lançado o videoclipe de “Circus Of Tyrannies”


Os pernambucanos do PANDEMMY acabam de apresentar seu novo videoclipe para a faixa “Circus Of Tyrannies”, do atual álbum “Rise Of A New Strike”.
O trabalho audiovisual, que apresenta de forma oficial Rayanna Torres nos vocais, traz uma mescla de imagens da apresentação no “II Hellcifest” e cenas do documentário “Loose Change 9/11”, do diretor americano Dylan Avery, abordando os questionamentos até hoje não respondidos sobre os atentados do 11/09/2001, casando perfeitamente com o tema lírico da música. O processo de edição ficou a cargo novamente de Jeovani Morais (Demoniah). Confira:

“Rise Of A New Strike” é o segundo full length do PANDEMMY, divulgado oficialmente em 2016, o álbum será lançado no formato físico ainda em 2017 e já pode ser encontrado nas principais plataformas de streaming. Confira alguns links:
Spotify: https://open.spotify.com/album/0G8tDRYt4z5ojkq1NLmkbY 
Dezzer: http://www.deezer.com/br/album/43325941
iTunes/Apple Music: https://itunes.apple.com/br/album/rise-of-a-new-strike/1249745548
Claro Musica: http://us.napster.com/artist/pandemmy/album/rise-of-a-new-strike-explicit
Contato para assessoria de imprensa: www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/pandemmyofficial/
http://pandemmy.blogspot.com.br/
http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/Pandemmy/44Fonte: Sangue Frio Produções

terça-feira, 31 de outubro de 2017

[HEAVY METAL ONLINE] Documentário: “Por que o Metallica é tão grande?”


Mais um grande documentário do, já conhecido, programa web televisivo HEAVY METAL ONLINE.

Intitulado com a pergunta “Por que o Metallica é tão grande?”, o mais novo trabalho do canal, capitaneado pelo apresentador Clinger Carlos Teixeira, traz diversos depoimentos focados na estratégia de trabalho usada pelo lendário Metallica e o que fez esta banda se tornar um ícone no Metal mundial.

“Não é um documentário que vai contar a história do Metallica, como temos muitos nas redes sociais. Iremos tentar entender o porquê eles se tornaram tão grandes e bandas da mesma geração e tão boas quanto, não chegaram onde o Metallica chegou.” - Comenta o idealizador do projeto Clinger Carlos Teixeira.
Assista agora:


Entrevistas: Antônio Celso Barbieri, Ideraldo Maia, Dewindson (Wolfheart), Jairo Guedz (The Mist), Alexandre Melo, Lucas Gurgel, Brian Tatler (Diamond Head), Alisson Zakka, Valcir Chalas (Woodstock Discos) e Cliff Biard.

Para conferir os programas anteriores: https://www.youtube.com/user/heavymetalonline/videos
Contato: contato@heavymetalonline.com.br
Sites relacionados:
http://www.sanguefrioproducoes.com/
http://heavymetalonline.com.br/
https://www.facebook.com/heavymetalonline.br
Fonte: Sangue Frio Produções

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

O Melhor do Rock; Músicas, interatividade, a participação do ouvinte e muito mais.


Neste sábado 21/10 estará no ar mais uma edição do programa ‘’ O Melhor do Rock ‘’ as 19h00min horas. Será destaque no programa a banda Eroc.


Teremos ainda uma entrevista com a banda Lasting Maze, dentro do quadro mycrofonia com Magnólia Calegario.




Você pode pedir a sua música, através dos números: 083 99197 - 1127 OU 083 3265 - 1092, ligue ou mande seu SMS.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Malkuth: Ouça agora o novo EP “Shoot To Kill (je$u$)”


Está disponível! Finalmente o novo trabalho da banda pernambucana MALKUTH, “Shoot To Kill (je$u$)”, foi lançado.

Em parceria com a Sangue Frio Records, o novo EP do grupo está figurando nas principais plataformas de streaming do mundo, e você pode ouvir agora pelos links abaixo:

Spotify: https://open.spotify.com/album/2SZEEKFMluAESFeLNDyfPf
Deezer: http://www.deezer.com/br/album/47798792
iTunes/Apple Music: https://itunes.apple.com/br/album/shoot-to-kill-je%24us-single/id1280744284
Napster: http://us.napster.com/artist/malkuth/album/shoot-to-kill-jesus
Groove: https://music.microsoft.com/album/malkuth/shoot-to-kill-je-us/bz.5D3EC00A-0100-11DB-89CA-0019B92A3933?target=web
Google Play: https://play.google.com/store/music/album/Malkuth_Shoot_to_Kill_Je_us?id=Bwbtnvhcrvjwjrfa33moeebok7e&hl=pt-br
Amazon: http://a.co/h2vODHo


Inicialmente “Shoot To Kill (je$u$)” não ganhará versão física, com três faixas extraídas do novo full length “Voodoo”, previsto para o primeiro semestre de 2018, o EP está servindo como apresentação ao mesmo. O MALKUTH também liberou recentemente um lyric vídeo da faixa “Anticristum (Bellicus)”, confira:

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/MalkuthOfficial/
http://sanguefrioproducoes.com/artistas/Malkuth/38
Fonte: Sangue Frio Produções

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Warfield Death: Videoclipe para a música “Sucumbindo ao Medo” está disponível, assista!



Pegando pesado na divulgação do debut álbum, “Sucumbindo ao Medo”, o WARFIELD DEATH apresenta seu mais novo videoclipe oficial.

Desta vez, a música escolhida foi a faixa-título do bem recebido full length, e o trabalho, tanto de captação de imagens e edição, quanto de produção, ficou a cargo do guitarrista Thiago "Madness". “A ideia neste vídeo foi apresentar, junto à música, um pouco da realidade atual dos seres humanos, que encontram inúmeras dificuldades pelo caminho e, muitas vezes, não conseguem obter a ajuda necessária, buscando subterfúgios nas extremidades, como apresentamos nesta, o suicídio.” - Comenta o músico.

Assista agora ao videoclipe de “Sucumbindo ao Medo”:


Em paralelo, WARFIELD DEATH já havia disponibilizado, no início deste ano, um videoclipe para a música “Brutal”, que ganhou rapidamente grande destaque, confira:


Adquira o álbum “Sucumbindo ao Medo” na versão física aqui: http://sanguefrioproducoes.com/loja/inicio/38-warfield-death-sucumbindo-ao-medo.html
Encontre o CD também nas plataformas digitais:
Spotify: https://open.spotify.com/album/3b2bsPRc1V274oGR5l9wCh
Deezer: http://www.deezer.com/album/15519586
iTunes/Apple Music: https://itun.es/br/RX5kib
Claro Música: https://www.claromusica.com/dl.sh/ct/br/album/2480763
Tidal/Wimp: https://tidal.com/album/71359134

Contato para shows e assessoria: http://www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/WarfieldDeath/
http://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/WarfieldDeath/49Fonte: Sangue Frio Produções

sábado, 7 de outubro de 2017

Resenha Tumulto – Conflitos Sociais 2016


Banda formada em 1991 em Foz do Iguaçu, no Paraná.banda que tem uma ótima historia na cena underground, seu trabalha mais recente é  “Conflitos Sociais” que é um relançamento de seu LP-Split chamado “Conflitos Sociais”, dividido com a banda Death/Thrash Morthal,na época lançado de forma independente e As faixas do Tumulto foram produzidas por Rédson, do Cólera.

Esse relançamento tem 9 faixas,que totalizam 22 minutos de pura agressividade,sendo 6 faixas autorais e 3 faixas covers.O material foi gravado no Embrio Studio,o produtor de gravação foi o Emerson Pereira, a mixagem e masterização ficou a cargo de Anderson Vieira,a fotografia por Kleber Cerezer e a arte de capa ficou a caro de Eliciel Dreher.

O álbum tem uma guitarra rápida,crua, com riffs genuínos e solos técnicos que demonstram todo o poder dos dedos do Germano(vocal e guitarra),faixa como "Conflitos Sociais" que mostram a alma do guitarrista.o baixo é muito essencial nesse material, ele da peso,arredonda a musica,faz a ligação entre a guitarra e a bateria, e bem uma linha de emocionar qualquer um,parabéns senhor Rafael Feldman.A bateria é pesada, tem seus altos e baixo,mas em media faz um ótimo trabalho.O vocal é excepcional, sua linha vocal é interessante,mas não única. Os refrões das musicas ficaram muito bom nesse estilo vocal.

Elementos de Thrash são colocados no material,mas o foco é Hardcore.os três instrumentos deram um bom resultado final. E a produção atual deixou as musicas bem mais diretas, que o lançamento anterior.Seu trabalho gráfico é bom, com um encarte que mostra as suas letras e a ficha técnica do álbum.alem de uma capa sensacional que fica no mesmo conceito daquele Split de 92,só que bem melhor não é ?

Um relançamento apropriado para a banda,que ganha muito com 3 covers de 3 EXCELENTES bandas brasileiras.A banda tem alguns trabalhos registrados como: LP-Split Conflitos Sociais (1992) com a produção de Redson (Cólera), a Demo-Tape Tumulto (1993), Tributo ao Dorsal Atlântica (1996), CD-Demo Holy War (2002) e CD Fight (2007) com a produção de Ciero (Estúdio Da Tribo) e Frank Blackfire (Ex-Kreator e Sodom). Além desses registros, teve muitas participações em coletâneas.

Um ótimo material,que com certeza indico para você leitor, ! te garanto não se arrependerá ! e agradeço ao Gleison Junior por ter enviado esse material !

"Se você não tem esse material em sua coleção me desculpe,você é BOBÃO !


QUERO MAIS UM LANÇAMENTO DA BANDA ! TALVEZ UM INÉDITO  ?


Faixa a faixa :
A primeira faixa da banda é "Realidade" Faixa direta,que mostra como a banda trabalha em suas composições.
A segunda faixa “Massacrados” desde o inicio pesada,como uma linha de baixo bem ativa,sua guitarra é genuína e a bateria dando aquele ritmo fudido para a banda,refrões  animados e bem executados e um mini solo que deixou a musica mais rica . A terceira faixa é “Corruptos” faixa mais trabalhada,riff de guitarra superior as anteriores,o baixo me deixando bem feliz kk que coisa sensacional e a bateria em junção com os outros elementos funcionam muito bem nessa baixa, e um solo no final da faixa,solo que é bem trabalhado e me deixou bem animado .
A quarta faixa “Conflitos Sociais” nome que dá titulo ao material, nessa faixa o guitarrista demonstra um pouco de sua habilidade perante a guitarra,baixo fervendo e uma pesada thrash é bem utilizada nessa faixa.A quinta faixa “Humanidade Desumana” oppa ! , mais uma faixa “Thrash” e com a sua introdução trabalhada,que logo migrou para um Punkcore bem agressiva ,  em destaque um refrão muito bom, cantei junto !!
A sexta faixa do material é “Sociedade é uma prisão” faixa que pega a mesmas técnicas utilizadas anteriormente.um riff animado ao estilo clássico do Punk .
E a banda dá novas vidas a musicas de nossa cena como “Meu Filho”, do Câmbio Negro HC, “Desconstrução”, do Ação Direta, e “Medo”, do Cólera.Cover’s que claro ganharam uma nova roupagem e caíram muito bem no álbum .
Destaques:Full 



Formação 
Germano Duarte – Vocal/guitarra
Rafael Feldman – Baixo
Marcio Duarte – Bateria

Músicas
01- Realidade
02- Massacrados
03- Corrupto
04- Conflitos Sociais
05- Humanidade
06- Sociedade é uma Prisão
07- Meu Filho
08- Desconstrução
09- Medo

NOTA:10




quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Torturizer: “Slaughterhouse” está dentre as principais plataformas de streaming


O novo trabalho dos maranhenses do TORTURIZER, o single “Slaughterhouse”, já pode encontrado em todas as principais plataformas digitais.

Lançado oficialmente em setembro deste ano pelo grupo em formato de lyric vídeo, “Slaughterhouse” foi disponibilizado para audição e download nos mais diversos serviços de streaming mundo afora via Sangue Frio Records. Confira alguns links:

Spotify: https://open.spotify.com/album/658N9TNsuspZAolxW3eY8E
Deezer: http://www.deezer.com/br/album/47783932
iTunes/Apple Music: https://itunes.apple.com/br/album/slaughterhouse-single/id1280741417
Claro Música: https://www.claromusica.com/album/3525391
Tidal/Wimp: https://listen.tidal.com/album/78803959
Anghami: https://play.anghami.com/song/26308302 
Groove: http://bit.ly/GrooveTorturizerSlaughterhouse
Amazon Music: http://a.co/1MQEj4o
Google Play: http://bit.ly/GooglePlaySlaughterhouseTorturizer

Assista ao lyric vídeo, lançado anteriormente pela banda:

Em outras notícias, o TORTURIZER anunciou recentemente que está com sua agenda de shows aberta, visando divulgar ainda mais o single supracitado e também o bem recebido EP “Faceless”. Produtores interessados escrevam para contato@sanguefrioproducoes.com ou torturizer.thrash@gmail.com e solicite um orçamento.

Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/Torturizer/
http://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/Torturizer/39Fonte: Sangue Frio Produções

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Imperador Belial: Turnê europeia se inicia nesta semana, confira!


A aguardada “Blood On The Altar European Tour” da banda IMPERADOR BELIAL finalmente está prestes a começar! O grupo confirmou a sua primeira turnê internacional ao lado da banda goiana Luxúria de Lillith, e já se encontra no velho continente para iniciar a mesma.

A primeira apresentação acontecerá nesta quinta-feira (05/10) na capital alemã Berlim. Os cariocas ainda farão mais um show na Alemanha, dia 06/10 em Hamburgo, antes de partir para a Inglaterra, Itália, Holanda e Suíça, onde somarão um total de sete apresentações, veja:

Em outras notícias, o grupo anunciou recentemente seu mais novo lançamento, trata-se do ‘4way split’, intitulado  “Unidos Pela Bandeira Negra”, que foi lançado em formato de “gatefold LP”, após uma forte união entre vários selos do Brasil. Além do grupo carioca, participam deste disco as bandas Heia, Guerreiros Headbangers e Arbach. Para mais informações acesse: www.sanguefrioproducoes.com/n/1078
Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
http://www.facebook.com/imperadorbelial666
https://www.twitter.com/imperadorbelial
http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/ImperadorBelial/51
Fonte: Sangue Frio Produções

domingo, 1 de outubro de 2017

Bloody Violence - Confira o novo Single da banda


Bloody Violence,banda de Technical Death Metal de Porto Alegre/RS,divulgou no último dia 25 o vídeo clipe de seu novo Single "Visceral Memories" gravada no Estúdio Sound Storm em Bento Gonçalves/RS.musica que estará no próximo material da banda que se chamará “Host”,álbum que até então não se tem muitas informações reveladas .

A banda foi criada em 2013,Em menos de 2 anos de sua criação, a banda vem conquistando seu espaço no underground, que nesse meio tempo gravou dois discos (o EP “Obliterate” (14) e o Full “Divine Vermifuge” (15), além de um videoclipe para música “Colares UFO Flap” e muitos shows com ótima aceitação do público.

Com o primeiro lançamento o EP “Obliterate” o Bloody Violence conquistou muitas críticas positivas da imprensa especializada, onde de fato ressaltaram a qualidade de sua sonoridade.Abanda realizou uma turnê em 10 países da Europa em 2015 ao lado da banda italiana Vulvectomy e da brasileira In Torment.A banda tem como influencia Psyopus ,Viraemia,Abnormality,Fields of Elysium e Rings of Saturn.

Membros da banda:
Igor Dornelles: guitarra e vocal
Israel Savaris: baixo e vocal
Eduardo Polidori: bateria

Vídeo Clipe:


Links:
https://www.facebook.com/BloodyViolenceOfficial/
https://www.youtube.com/channel/UCCZxBcrk7UqsqPQbshXay6w

Por:Pablo Eduardo da Silva

domingo, 24 de setembro de 2017

Demised - Confira o video clipe de "Fractures & Ashes".


A banda Demised de Gothic Metal de Murcia na Espanha,ganhou um novo vídeo clipe para a faixa "Fractures & Ashes" no canal de sua gravadora a Wormholedeath/Aural Music no dia 22 deste mês.O vídeo clipe foi dirigido por Juan A.Ros e produzido pela Elena Carrasco.

Seu álbum mais recente o “A Warm Place To Stay” tem dez(10) faixas, e foi lançado pela própria Wormholedeath Records, primeiramente no dia 7 de julho nos Estados Unidos,no ultimo dia 22 de setembro na Europa, e no japão o material só ficará disponível a partir do dia 25 de outubro.



Criada em 1997,a banda já teve um som Death Metal, que tiveram 3 lançamentos independentes que são “Panthalasa”, “Between The Ashes & The Silence” and “Cold”. a banda já tocou com vários pesos dentro do Metal Extremo como Gorefest, Belphegor, Necrophagist, Centinex, Incantation e muitos outros.Hoje em dia, a música se transformou em um estilo mais atmosférico, sombrio e gótico.

Membros da banda
Andrés Pestana-Vocals/guitars
Adrián Hidalgo-Drums
Alex Yuste-Guitars
Paco Porcel-Bass

Vídeo clipe :


Contato da banda:

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

INTERATIVIDADE E MUITA MÚSICA, TUDO ISSO VOCÊ VAI CURTIR NO PROGRAMA DESTE SÁBADO . COM DESTAQUE PARA A BANDA REZA


Neste sábado estaremos juntos em, mas uma edição do programa ‘’ O Melhor do Rock ‘’ as 19h00min horas. Acompanhe: nossavozfm.blogspot.com – radorockrj.com – radiointerativaweb.comundades.net

Você possa pedir a sua música, através dos números: 083 99197 - 1127 OU 083 3265 - 1092, ligue ou mande seu SMS.

 Daremos destaque para a banda Reza. Neste sábado 23/09 nós traremos uma grande gama de músicas, eu conto com você.



SILVER MAMMOTH: confira agora o videoclipe de “Coup To The End”


A banda paulista SILVER MAMMOTH lançou no último dia 05 de setembro o videoclipe da música “Coup To The End”, lado B do seu novo trabalho, intitulado “Silver Mammoth Singles”.
“Coup To The End” foi disponibilizado no canal oficial da banda no YouTube, em suporte ao lançamento físico de “Silver Mammoth Singles”, limitado em 300 cópias numeradas, disponibilizado no último dia 20 julho, nos formatos digital e vinil 7”. A produção contou com as assinaturas de Marcelo Izzo e Rafael Agostino.

Para garantir o seu exemplar com desconto, acesse: silvermammothband.com (ícone loja). Lá você terá várias formas de pagamento, ou se preferir, envie um e-mail para: contato@silvermammothband.com. Garanta já o seu com desconto.

Para mais informações sobre as atividades da banda SILVER MAMMOTH e dos demais artistas da empresa, basta entrar em contato com a MS Metal Press através do e-mail contato@msmetalagencybrasil.com.


R.I.V.: Criadores do “Progressive Core” anunciam produção do novo álbum



R.I.V. são uma abreviação para a palavra “Rhythms In Violence”, nome real de uma banda percussora de um estilo único e inovador, mesclando Metalcore e Progressivo desde 1989, a R.I.V. anuncia novidades para 2018.

A banda que possui um EP “Welcome to Prog-Core”, lançado em 2016 que possui quatro faixas e War Flames lançado em 1989, já está trabalhando pesado no próximo álbum, o primeiro full da carreira, o disco será lançado no início de 2018 e promete estar à frente do que já foi criado na música pesada brasileira.

O nome do novo álbum da banda R.I.V. será, “Progressive Core”, as baterias foram gravadas no estúdio “Eminence” e teve como engenheiro de som Allan Wallace da banda “Eminence”, foi informado que as guitarras também já foram gravadas, faltando apenas os vocais de Helbert de Sá e o baixo de “Ana Lima” para finalizar a parte de gravações.

O disco “Progressive Core” terá sete faixas, sendo músicas novas e inéditas, regravações do EP Welcome To Pro-Core e War Flames, em breve a capa e tracklist oficial serão divulgadas pelo grupo nas redes sociais.

Um dos nomes que teve real importância no nascimento do Metal Extremo mineiro está voltando com força total, a banda R.I.V. originaria de Belo Horizonte, fez parte da contrução de um estilo na década de 80, ao lado de nomes como Sepultura e Sarcofago, incluindo apresentações ao lado desses nomes no fim de 80 início dos aos 90.

R.I.V. é formada por:
Helbert Sá – Vocal/Guitarra
Ana Lima – Baixo
Ricardo Parreiras – Bateria

Mais Informações:
Facebook: https://www.facebook.com/riv.progressive.core/
Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/press/r-i-v-rhythms-in-violence/

Melanie Klain: confira o novo vídeo clipe da música “Lavagem Cerebral”


A banda paulista, Melanie Klain, acaba de disponibilizar em suas redes sociais, o vídeo clipe da música “Lavagem Cerebral”, a música que faz parte do álbum “Análise do Caos”, lançado em 2016, apresenta um conceito visual inteligente, que consegue sintetizar nas imagens a ideia que a letra da música expressa, a alienação sofrida pela sociedade que é massivamente comandada pelas grandes mídias.

As filmagens do clipe de “Lavagem Cerebral” foram feitas em duas cidades, maior parte das imagens foram captadas na cidade de Mococa/SP e outras em Guaxupé/MG. A direção do clipe foi feita em conjunto, o músico e vocalista Duzinho, juntamente com Alice Sesoko (Sesoko Art Studio) e Gabriel Perroni (Alpe Comunicação), foram os responsáveis por toda criação conceitual do clipe e roteiro, a edição final ficou a cargo de Alice Sesoko.

O clipe apresenta uma filmagem de alta resolução, com estilo de filmagem em “Plano Sequencial”, a banda mescla imagens próprias com o roteiro interpretado pela atriz Milena Zitto, que interpreta o cidadão comum alienado com todas as informações impostas pela mídia, limitando o ser-humano ao senso comum.

Confira o clipe de “Lavagem Cerebral”:


A banda “Melanie Klain” além de divulgar o novo clipe, já está em processo de composições e criação de arranjos, para o próximo disco, ainda sem maiores informações reveladas, sabe-se que o mesmo será lançado em 2018. A banda presa pela mescla de estilos, alternando sua musicalidade em harmonias clássicas com modernas, incorporando letras de críticas sociais cantadas em português.

Melanie Klein é formada por:
Duzinho – Vocal
Viola – Guitarra
Chapolim – Guitarra
Vic Escudero – Baixo
Pedro Bertti – Bateria

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/mkbanda.oficial/
Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/press/melanie-klain/

Tumulto: clipe de “War For Power” já está disponível, assista


O novo vídeo clipe da banda Tumulto, já está disponível para visualização no canal oficial do grupo no YouTube. A música escolhida é a inédita, “War For Power”, mesclando Hardcore/Thrash e Crossover, a nova faixa é forte e pesada e também faz parte da divulgação e celebração de mais uma edição do “Tumulto Fest” que irá ser realizado dia 14 de novembro em Foz do Iguaçu/PR.

O clipe de “War For Power” tem como conceito visual, apresentar a banda em plena forma, dominando seus instrumentos com propriedade, criando assim uma ideia que presa o objetivo de se aproximar do público, mostrando a real faceta do “Tumulto”.

Em atividade desde 1991, a banda Tumulto é um dos poucos remanescentes do crossover brasileiro daquela época, se mantendo em atividade ate os dias de hoje, a banda que promove anualmente o “Tumulto Fest”, também está se preparando para iniciar as gravações do próximo álbum da carreira.

Confira o clipe de “War For Power”:


Tumulto é formado por:
Germano Duarte – Vocal/Guitarra
Rafael Feldman – Baixo
Márcio Duarte – Bateria

Mais informações:
Facebook: https://www.facebook.com/bandatumultobr/
Roadie Metal Press: https://roadie-metal.com/tumulto/